Brasil é 9º país em empresas certificadas com ‘selo verde’

O Brasil ultrapassou a marca de mil empresas certificadas com o selo da Forest Stewardship Council (FSC), organização que promove o manejo florestal adequado, socialmente benéfico e economicamente viável. O País é o nono em número de companhias que detêm o “selo verde”, de acordo com levantamento realizado pela FSC. O Estadão foi o primeiro jornal brasileiro a receber o certificado.

Além disso, o País é o sétimo do mundo em área florestal certificada. De acordo com números do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), 67,1% das plantações de madeira do tipo Pinus e Eucalipto possuem o selo FSC. Houve um crescimento de 13,7% na área total certificada entre 2016 e 2017, segundo dados mais recentes da Imaflora.

No mundo, há 34.636 empresas com suas cadeias de custódia atestadas pelo órgão internacional. Destas, 1.031 estão no Brasil. A OESP Gráfica, do Grupo Estado, detém a certificação desde o ano 2010. E, desde 2012, toda a cadeia produtiva do Estadão ostenta o selo da FSC.

Estadão é o único jornal de grande circulação a ostentar o selo, o que denota a sua preocupação com as questões socioambientais. Isso significa que, desde a floresta que gera a fibra e a celulose para a produção do papel até a saída do jornal impresso no parque gráfico, a cadeia produtiva da empresa atende a rigorosos critérios de sustentabilidade medidos pela empresa.

Com sede na Alemanha, o FSC está presente em mais de 80 países e reúne quase mil membros – entre empresas, organizações ambientalistas e movimentos sociais dos hemisférios Norte e Sul. Hoje, é celebrada a FSC Friday, data que lembra a importância do manuseio responsável de florestas e da necessidade da preservação de ecossistemas para um desenvolvimento sustentável.

 

 

Fonte: O Estado de São Paulo