Brasileiros estão gastando mais no isolamento social, diz estudo

Pesquisa semanal realizada pela consultoria Consumoteca aponta que caiu de 56% para 46% o total de pessoas que concorda com a frase “pretendo ficar em isolamento e adotar todas as recomendações necessárias”. A redução se dá ao comparar, respectivamente, os percentuais obtidos entre os dias 13 e 17 e entre 20 a 24 de abril.

O trabalho também afirma que os brasileiros estão gastando mais no isolamento social.

Entre 20 e 24 de abril, 47% dos entrevistados disseram que seus gastos aumentaram. Na semana anterior, o índice era de 33%.

A pesquisa ouviu 2.000 brasileiros de diferentes regiões e classes sociais.