Brasileiros residentes no exterior realizaram provas em 13 países

Brasileiros residentes no exterior, que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos em idade apropriada e se inscreveram para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Exterior regular), fizeram provas neste domingo (16). 

Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Roterdã); Itália (Roma); Japão (Nagoia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres); Suíça (Genebra); e Suriname (Paramaribo) são os países e as cidades onde ocorrerão as provas. 

Ao todo 1.452, participantes realizaram o Encceja. Houve também aplicação do exame, no exterior, para as Pessoas Privados de Liberdade (PPL) ou que cumprem medidas socioeducativas, nas Unidades Prisionais da Guiana Francesa (Caiena), Japão (Tóquio) e Turquia (Istambul). 29 participantes farão as provas, que ocorrerão de 17 a 28 de setembro.

A aplicação do Encceja Exterior regular 2018 é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e com as respectivas representações diplomáticas do Brasil nos locais de aplicação. Para o Encceja no exterior, a certificação é de responsabilidade do Instituto Federal de Brasília (IFB) e do Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, que firmaram Acordo de Cooperação Técnica com o Inep.

Aplicação no Exterior 

O exame é composto por quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada prova tem 30 questões de múltipla escolha. No Ensino Fundamental, as áreas de conhecimento avaliadas são: Ciências Naturais; Matemática; Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação; e História e Geografia. No Ensino Médio, as áreas são: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e Redação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Resultados

Os participantes poderão acessar os resultados mediante consulta ao portal de divulgação de resultados do exame, utilizando o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição. Cabe ao Inep enviar os Certificados e as Declarações de Proficiência dos participantes ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), que os encaminhará às Embaixadas e aos Consulados-Gerais do Brasil de cada país que tiver a aplicação. O recomendado é que os inscritos que obtiverem nota suficiente à certificação retirem seus Certificados nas Embaixadas ou Consulados-Gerais do Brasil nos países onde realizaram as provas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação