Camaçari: Serviços sociais são oferecidos em comunidades da zona rural

Dando continuidade às ações do Sedes Verão, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), esteve nesta quarta-feira (19), na comunidade de Tiririca, em Barra do Pojuca, na costa do município. A iniciativa, que aconteceu na área interna da Escola Ambiental, contemplou aproximadamente 100 pessoas das localidades de Tiririca, Joia do Rio II e Cachoeirinha.

Durante todo o dia, equipes do Cadastro Único/Bolsa Família, Bolsa Social e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Barra do Pojuca, fizeram atendimento à população, além de realizarem cadastros e visitas domiciliares. Na ocasião, os profissionais do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram) Yolanda Pires, e da Abordagem Social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), fizeram abordagens educativas com as pessoas que aguardavam atendimento. Para as crianças, foi criado um espaço de lazer e pintura.

Para a moradora da localidade de Joia do Rio II, Liliane Carmo de Jesus, solteira, e mãe de três filhos, a ação ajudou muito. “Eu gostei bastante, pois ajuda a gente que não tem como ficar subindo e descendo até a sede. Eu hoje, graças a essa ação, consegui fazer meu cadastro do Bolsa Social”, desabafou.

Sheila de Souza, moradora da mesma localidade, mãe de três filhos, disse a iniciativa foi maravilhosa. “Eu achei a atitude da prefeitura ótima. Onde a gente mora fica longe de tudo, e para ir até lá é gasto com transporte e nem sempre a gente pode. Hoje eu recebi atendimento pelo Cras e fiz o cadastro no Bolsa Social”, salientou.

O objetivo do Sedes Verão, é principalmente descentralizar os serviços sociais, o que para Luzinete Santos da Silva, moradora da Tiririca há 37 anos, solteira, mãe de seis filhos, o evento foi muito positivo. “Eu vim aqui hoje, fui atendida pela Assistente Social do Cras, e depois fiz o cadastro do Bolsa Social. Fui bem recebida. Eu adorei mesmo!”, comemorou.

O projeto visa, ainda, a realização de busca ativa nas comunidades distantes, com o intuito de localizar famílias em situação de vulnerabilidade para encaminhamentos e inserção na rede de serviços socioassistenciais, a exemplo dos benefícios eventuais, Bolsa Família/Cadastro Único e o Bolsa Social.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Foto: ASCOM/PMC