Candidatura da Major Denice Santiago é a negação da política – Maurílio Fontes

Ao invés de ser a cara nova do PT da Bahia, a candidatura da Major PM Denice Santiago à Prefeitura de Salvador  é a negação da política e um tapa na cara de políticos que militam na legenda há muitos anos, totalmente desconsiderados pelo governador do estado.

Estranhamente, a decisão de cima para baixo é comemorada por segmentos do partido como se fosse natural e inquestionável.

Os áulicos se apressaram em gritar o bordão “temos candidata”, supostamente acreditando na competitividade da futura petista, que, seguramente, tem valor pela trajetória vitoriosa em corporação reconhecidamente machista.

Entretanto, existem diferenças abissais entre ser mulher, negra, militar e de uma hora para outra, em um passe de mágica, candidata à Prefeitura de Salvador.

O oportunismo do governador Rui Costa tem tudo para naufragar na difícil campanha eleitoral, criando sérios problemas para a chapa proporcional do PT, que, sem uma candidatura majoritária forte, navegará em águas turbulentas até 4 de outubro.

Apesar de dispor de pesquisas qualitativas (grupos focais), importantes na avaliação dos cenários pré-eleitorais, o governador faz aposta de grande risco ao colocar suas fichas numa completa desconhecida.

Por sua própria natureza, a política é atividade com grande simbologia e a opção do governador Rui Costa diz muito sobre seus métodos, práticas e formas de se relacionar com o partido, tratado não como a legenda que o levou ao poder, mas um puxadinho do Palácio de Ondina, numa relação da mais pura vassalagem.

A candidatura da Major Denice Santiago não é a nova cara do PT da Bahia.

É, na verdade, a nova (velha) cara, talvez, a verdadeira, do governador Rui Costa, que deixa seus aliados mais progressistas em “palpos de aranha”.

Foto: Correio

 

Maurílio Fontes é editor do site Bahia Hoje News, bacharel em Marketing, especialista em Marketing Político, Mídia, Comportamento Eleitoral e Opinião Pública e estrategista de marketing político-eleitoral.