Ciro Gomes diz que PT manipula frustração do povo

Em caminhada no centro de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, o candidato Ciro Gomes, do PDT, disse que o PT manipula o povo para lançar uma candidatura “que talvez tenha dificuldades para interpretar com fidelidade aquilo que o Brasil precisa agora, um rumo firme e seguro que consiga livrar o Brasil da confrontação entre coxinhas e mortadelas”.

“O Brasil está passando por um trauma muito grande e infelizmente a cúpula do PT, sabendo que o deslinde de tudo isso seria isso a que vamos assistir hoje, incitou pesadamente frações importantes do nosso bom povo que tem gratidão ao Lula, para tentar manipular esse sentimento”, ele disse antes de caminhar cerca de 50m, tomar uma água de coco de um vendedor na praça Luiz Gonzaga, e ir embora.

“Lula e eu apoiamos Haddad na prefeitura para sua reeleição e tivemos uma decepção profunda porque Haddad não só perdeu para Doria, que é um grande farsante, mas perdeu para nulos e brancos. Isso não desqualifica Haddad, pessoa por quem tenho estima e respeito,mas lançado nessa circunstância ele sai muito fragilizado”, completou sobre o ex-prefeito de São Paulo.

“Eu fui convidado para exercer esse papelão, candidato a vice de araque, para amanhã ser escolhido na frustração do povo pela não candidatura de Lula”, disse.

Ciro disse ainda estar satisfeito com as pesquisas que, embora retratem o momento, são resultado de seu trabalho, segundo ele, “de 13, 14 horas por dia”. Ele falou ainda a jornalistas sobre a implantação de um sistema único de segurança pública e sobre a capacitação das delegacias no atendimento às mulheres vítimas de violência.

 

Fonte: Folha de São Paulo