Cortejado por várias siglas, PSB se reunirá com PT e PDT

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, agendou encontro com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, nesta terça-feira (15), em Brasília. No dia seguinte, ele se encontra com Carlos Lupi, do PDT.

Com 26 deputados e cinco governadores, o PSB passou a ser cortejado pelos dois partidos depois que o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa anunciou que não concorrerá à Presidência.

O PSB quer o apoio do PT em Pernambuco, onde já governa. Mas a direção petista insiste em condicionar um acordo ao apoio dos socialistas a Lula, ou a quem substituí-lo, no plano nacional.

O PT também poderá propor um pacto de não agressão em SP, onde o governador Márcio França, do PSB, concorre à reeleição.

Carlos Siqueira diz que “o PSB tem tempo” para decidir e que por enquanto só está disposto a discutir os cenários estaduais.

 

Fonte: Folha de São Paulo