Em mensagem a colegas, Moro pede que continuem com ‘atuação independente’

O juiz federal Sérgio Moro, que entrou de férias para cuidar da montagem do Ministério da Justiça, enviou uma mensagem a seus colegas da Justiça Federal pela intranet. No texto, o futuro ministro de Jair Bolsonaro (PSL) reforça que a decisão de aceitar o convite para chefiar a pasta foi “difícil, mas ponderada”

“Continuem dignificando a Justiça com atuação independente (mesmo contra, se for o caso, o Ministério da Justiça)”, disse o futuro ministro.

Ele ainda reiterou que pretende trabalhar para aprimorar o enfrentamento da corrupção e do crime organizado, com respeito à Constituição, às leis e aos direitos fundamentais. “Lembrei-me do juiz Falcone, muito melhor do que eu, que depois dos sucessos em romper a impunidade da Cosa Nostra, decidiu trocar Palermo por Roma, deixou a toga e assumiu o cago de diretor de Assuntos Penais no Ministério da Justiça, onde fez grande diferença mesmo em pouco tempo. Se tiver sorte, poderei fazer algo também importante”, diz o comunicado.

A inspiração de Moro é o juiz italiano Giovanni Falcone, um dos responsáveis por deflagrar a Operação Mãos Limpas no país. Falcone trabalhou contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

 

Fonte: bahia.ba