Moro deixa Câmara por porta secreta após confusão

Após quase oito horas de audiência na Comissão de Constituição e Justiça, o ministro Sérgio Moro deixou a sessão após confusão entre deputados de oposição e governistas.

Cercado de parlamentares do PSL, ele deixou o Congresso pelo anexo 3 da Câmara dos Deputados por uma porta escondida dentro da CCJ. Ao comentar rapidamente a última fala da comissão, feita pelo deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) que o chamou de “corrupto” e “ladrão”, Moro chamou o parlamentar de “despreparado”, segundo o Estadão. 

“No final um deputado absolutamente despreparado, que não guarda o decoro parlamentar, fez uma agressão, umas ofensas que são inaceitáveis. E infelizmente se teve de encerrar a sessão e a culpa é desse deputado absolutamente despreparado, Clauber, acho, Glauber alguma coisa, sabe Deus lá de onde veio isso aí”, disse.