Novas regras para emissão do Cartão SUS de Camaçari passam a valer na segunda-feira

Na tarde desta quinta-feira (30), no auditório da Secretaria de Governo (Segov), todos os gerentes e operadores do CADSUS, das 41 unidades de saúde de Camaçari, passaram por um treinamento sobre as novas regras para emissão do Cartão SUS de Camaçari. As novas regras passam a valer a partir de segunda-feira (03/6). Entre as principais mudanças está o fato de que a Central de Regulação, localizada atrás do Bom Preço, não emitirá mais o cartão, ficando a tarefa sob responsabilidade apenas das 41 unidades de saúde do município.

As novas regras também incluem a necessidade de apresentar comprovante de identificação; comprovante de residência apenas em nome do usuário ou parente de primeiro grau (cônjuge, pai, mãe ou filho); se morar de aluguel será necessário apresentar contrato de aluguel com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório acompanhado de conta da Embasa, Coelba ou telefonia em nome do locador.

Secretário de Saúde de Camaçari, Elias Natan explica que o objetivo dessa mudança é de que os investimentos feitos na saúde municipal, principalmente em exames e consultas, beneficiem os moradores da cidade. “Hoje temos mais de 600 mil cartões SUS em Camaçari, quando há apenas 293 mil habitantes. Há uma invasão sem medidas de pessoas de outras cidades tomando a vaga de quem realmente mora em Camaçari e precisa realizar os exames, consultas e até mesmo cirurgias eletivas”.

Em estudo realizado pelo subsecretário de Saúde, Luiz Duplat, constatou-se no Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC) que nascem em Camaçari por dia 17 crianças de mães residentes no município. Contudo, diariamente são emitidos em média 80 cartões SUS. “Isso é apenas uma prova de como sofremos uma invasão de outros municípios se beneficiando dos nossos serviços de saúde e tirando de nossos munícipes. Essas novas regras não serão nenhum problema para quem realmente mora aqui”, afirma Luiz Duplat.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Camaçari – Foto: ASCOM/PMC/Divulgação