O terceiro senador da Flórida – Maurílio Fontes

O deputado Ângelo Coronel, presidente da Assembleia Legislativa, que tem residência quase fixa em Miami, será, se eleito em 7 de outubro, o “terceiro senador da Flórida”, juntando-se ao democrata Bill Nelson e ao Republicano Marco Rubio. 

Coronel foi um dos deputados mais ausentes no primeiro biênio da atual legislatura.  Ficava mais tempo em Miami do que na Bahia.  Na presidência, continua mantendo alto índice de ausência. Agora, em busca de votos, vai até a aniversários de “bonecas”.

Político provinciano e inexpressivo (até a eleição para a presidência da ALBA), AC será premiado com a candidatura majoritária ao Senado da República, cujo patrono é Rui Barbosa, um dos maiores nomes da história política do Brasil.

Coronel é um dos menores, mas tem padrinho forte. O petismo abraçou o “ottismo” como se fosse grande coisa.
E não é. 

Não importam mais trajetória e história.  O pragmatismo é o que conta.
A candidatura de Coronel é fruto da política aliancista do PT, que subverte índices registrados em pesquisas, joga no lixo histórias de aliados e secundariza o papel de velhos companheiros em troca de suposta tranquilidade eleitoral.

O tempo julgará o PT da Bahia e sua estratégia aliancista à direita do espectro político.

Maurílio Lopes Fontes
Editor do site Bahia Hoje News