Paulo Azi propõe alternativas para recebimento do BPC

Em reunião ocorrida ontem (2), na Câmara dos Deputados, entre a bancada do Democratas e o secretário de Previdência do governo federal, Rogério Marinho, na qual se debateu a nova previdência, o deputado federal Paulo Azi (DEM/BA) propôs uma alternativa para a questão do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A proposta do governo antecipa a idade de benefício para idosos em situação de vulnerabilidade para 60 anos, passando a receber o valor de R$ 400,00 e apenas quando atingissem 70 anos esse valor passaria a ser o equivalente a um salário mínimo. Hoje, o BPC é pago a partir de 65 anos no valor de um salário mínimo (R$ 998,00). É justamente essa medida que vem causando muita controvérsia entre os parlamentares.

Paulo Azi informou que apresentará emenda concedendo ao idoso o direito de optar por qual sistema assistencial considerar mais conveniente: aguardar completar 65 anos para receber um salário mínimo ou optar por receber logo aos 60 anos o benefício de R$ 400,00 mensais, passando a receber um salário mínimo ao completar 70 anos.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Foto: Divulgação