Planalto pedirá que bancadas indiquem nomes para cargos comissionados

O governo Jair Bolsonaro deve publicar na mesma semana em que vai enviar a proposta de reforma da Previdência ao Congresso Nacional decreto que abrirá caminho para nomeações de parlamentares da base em cargos da administração pública federal. Integrantes da Casa Civil querem que as bancadas de cada estado se reúnam, decidam entre si as indicações que pretendem fazer e encaminhem os pedidos ao Palácio do Planalto. A ideia gera preocupação entre deputados.

A norma preparada pela CGU e pelo Ministério da Economia vai condicionar a ocupação dos postos à formação acadêmica compatível e experiência prévia na área. O texto ainda prevê que, a partir de 2020, DAS 5 e 6—dois dos cargos mais altos da administração— deverão ter descrição do perfil da vaga.

Articuladores do Planalto querem que os próprios deputados avaliem quem preenche os requisitos e quais partidos devem ser contemplados. A partir daí, uma ata com os nomes seria entregue à Casa Civil para análise e nomeação. Parlamentares reclamam que será uma confusão a definição dos indicados.

 

Fonte: Folha de São Paulo