Recado claro do STF: delação precisa ser revisada

Na avaliação de quem acompanha os bastidores do Supremo, independentemente de qual seja a modulação final definida pela Corte, a decisão que pode anular sentenças já proferidas no escopo da Lava Jato deve ter efeito mais simbólico do que prático.

O recado foi claro e expresso em votos de ministros até pouco tempo alinhados à operação: é preciso revisar o instrumento da delação.

Porém, mesmo nos casos em que as condenações sejam anuladas, a tendência é os juízes ouvirem novamente as partes e manter a decisão anterior, dizem juristas.

 

Fonte: O Estado de São Paulo