Temer quer atuar como parecerista após governo

O presidente Michel Temer confidenciou a interlocutores mais próximos que, após deixar o governo, vai trabalhar como advogado na banca de algum de seus muitos amigos. A quatro meses do fim do mandato, contou que pretende atuar elaborando pareceres, aproveitando-se da sua notoriedade como constitucionalista.

Não vai se afastar da vida política. Já sinalizou que reassumirá a presidência do MDB, da qual está licenciado. No comando do maior partido do País, quer manter protagonismo, inclusive no diálogo com o seu sucessor, seja ele quem for.

A sugestão de amigos para que Temer assuma uma embaixada do Brasil no exterior, o que lhe garantiria foro privilegiado, é descartada pelo próprio. Ele tem sido enfático em negar qualquer hipótese de deixar o Brasil.

Uma das preocupações levantadas por assessores é de que Temer, com a perda do foro privilegiado, seja incluído em novas ações criminais que tramitam na primeira instância.

 

Fonte: O Estado de São Paulo